Macunaíma e a preguiça

Dizem por aí que quando a preguiça chega o jeito é deitar e esperar passar.

No livro Macunaíma, Mário de Andrade criou um personagem que representava supostamente uma indolência nacional. É o anti-herói mais conhecido da literatura brasileira. Era tão preguiçoso que passou seis anos sem dar um pio sequer. Veja no vídeo abaixo mais detalhes. Aperte o play e confira.

Macunaíma - Ai, que preguiça!