Geografia: Questões discursivas do vestibular da Unicamp 2001


(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 13) Os versos abaixo são da canção “Sobradinho”, composta por Sá & Guarabira nos anos 70. Leia-os atentamente para responder à próxima questão: “O homem chega, já desfaz a natureza Tira gente põe represa, diz que tudo vai mudar [...] Vai ter barragem no salto do Sobradinho o povo vai-se embora com medo de se afogar, o sertão vai virar mar, dá no coração o medo que algum dia o mar também vire sertão” 
a) A que bacia hidrográfica brasileira referem-se os versos dessa canção? 
b) Após a construção da barragem de Sobradinho, quais foram as atividades agrícolas implementadas nas suas proximidades? c) Qual foi o movimento sociopolítico ocorrido no final do século XIX, no interior da Bahia, a que os versos fazem alusão quando dizem o sertão vai virar mar [...]?

Resolução
a) Os versos referem-se à barragem de Sobradinho, situada na bacia do Rio São Francisco. 
b) Nas áreas próximas à represa predomina a fruticultura irrigada, caracterizada principalmente pela uva tipo Itália, manga e maracujá. A produção agrícola é quase totalmente exportada para os países europeus, representando importantes divisas para a balança comercial brasileira.
c) Os versos citados referem-se às palavras de Antônio Conselheiro, líder da Revolta de Canudos, ocorrida no sertão da Bahia. (A revolta foi duramente combatida pelo governo militar da primeira república, pois segundo as autoridades da época, fazia a apologia da monarquia.)

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 14) Leia atentamente o texto a seguir e analise o mapa apresentado. Desde meados dos anos 60, o Oriente Médio tem sido palco de inúmeras guerras e dezenas de atentados, resultantes das lutas pela delimitação de territórios israelenses e palestinos. As recentes reuniões de cúpula em Camp David (EUA) têm gerado alguns avanços nas negociações entre esses povos.
a) Que território está sendo utilizado atualmente como sede provisória da Autoridade Palestina? 
b) Com base no mapa, responda como está distribuído o espaço religioso na área urbana de Jerusalém.

Resolução
a) O território provisório da Autoridade Palestina localiza-se na Faixa de Gaza. 
b) Na cidade antiga de Jerusalém convivem as 3 grandes religiões monoteístas: cristianismo, judaísmo e islamismo. Para cada uma destas religiões, há um local sagrado: 1 - Monte do Templo ( muçulmanos) 2 - Igreja do Santo Sepulcro (cristãos) 3 - Muro das Lamentações ( judeus).

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 15) As áreas desérticas constituem importantes ecossistemas terrestres. A costa oeste da América do Sul e a costa sudoeste da África apresentam desertos que têm em comum o fato de possuírem climas relacionados às características das correntes marítimas dos litorais situados nas proximidades. Com referência às idéias expostas, responda: 
a) Quais são os desertos a que se refere o texto ? 
b) Como as correntes marítimas contribuem para a ocorrência de baixa pluviosidade nesses desertos?

Resolução
a) Na costa oeste da América do Sul, está situado o Deserto de Atacama. Na costa sudoeste da África encontra-se o Deserto da Namíbia ou Kalaari. 
b) As correntes marítimas de Humboldt, no Oceano Pacífico e de Benguela, no Atlântico, têm em comum o fato de possuírem baixas temperaturas, portanto são correntes frias. Ao atingirem os litorais situados nas proximidades daqueles desertos, provocam um rebaixamento da temperatura das massas de ar úmidas que estão sobre o oceano, fazendo com que as chuvas se concentrem no mar. Estas massas já resfriadas dirigem-se aos continentes com baixíssimo teor de umidade, provocando apenas grandes nevoeiros sobre os desertos.

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 16) As migrações populacionais sempre exerceram um importante papel na organização do espaço brasileiro, como ocorreu nas décadas de 70 e 80, quando agricultores do sul do país deixaram pequenas propriedades em busca de novas fronteiras agrícolas para o plantio de grãos, principalmente no Mato Grosso do Sul. Como conseqüência da ocupação dessa região do país, o cerrado sofreu intensa devastação, a ponto de atualmente estar em vias de extinção. 
a) Quais foram os principais fatores responsáveis pela migração desses pequenos agricultores? 
b) Identifique a unidade de relevo em que se instalaram esses pequenos agricultores e aponte uma característica dessa unidade que tenha favorecido a expansão agrícola. 
c) Analise as conseqüências do tipo de agricultura aí desenvolvido na dinâmica das águas do Pantanal Matogrossense.

Resolução
a) A necessidade de capital para a modernização da atividade agrícola e a falta de subsídio ao pequeno agricultor do Sul decorrente de uma política agrícola que não favorece a pequena produção, levam ao endividamento o agricultor que se defronta com a política de juros altos, e com as dificuldades da colheita e da comercialização dos produtos. Este processo corresponde ao processo mais geral de concentração na estrutura fundiária. Os grandes proprietários se beneficiam, comprando barato a pequena propriedade, ou simplesmente ficando com ela em troca da dívida. O incentivo governamental dado à região Centro-Oeste (Prodecer e Polocentro) também estimulou esta migração.
b) A unidade de relevo regional onde se instalaram os agricultores gaúchos, principalmente no MS, é o Planalto Central do Brasil e uma das principais características deste tipo de planalto são as baixas declividades, com grandes superfícies planas ou suavemente onduladas, que favorecem a agricultura mecanizada.
c) A expansão agrícola ocorrida no centro-oeste brasileiro caracterizou-se pela substituição do cerrado por monoculturas de soja, trigo e arroz. Como conseqüência, iniciou-se um processo erosivo nas altas bacias dos rios Taquari e Coxim, formadoras do Pantanal Matogrossense ocasionando intensa retirada de solo. A erosão dessas áreas provocou um forte assoreamento dos rios, responsável pela diminuição da profundidade dos canais fluviais e pelo aumento na carga de sedimentos transportados por estes rios, o que resultou na elevação do nível das enchentes no Pantanal.

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 17) Jon Erickson, em Nosso planeta está morrendo – a extinção das espécies e a biodiversidade , afirma que a biodiversidade constitui hoje um enorme potencial para que a biotecnologia desenvolva novas espécies alimentícias e industriais, mais resistentes às pragas, doenças e adversidades ambientais. Ainda segundo o autor, a biotecnologia deverá se tornar em futuro próximo uma das grandes bases dos processos produtivos. 
a) Explique por que a biodiversidade constitui um potencial para o desenvolvimento da biotecnologia. 
b) Por que o desenvolvimento da biotecnologia faz parte das novas estratégias de poder geopolítico dos Estados nacionais?

Resolução
a) Sendo a biotecnologia baseada na manipulação de material genético diferenciado, possui uma grande fonte de recursos em áreas onde é abundante a diversidade de espécies.
b) Tal como ocorreu nos anos 40 e 50 com a pesquisa nuclear, hoje a pesquisa em biotecnologia é aplicável a finalidades industriais e militares. Fala-se em guerra biológica e armas biológicas, baseados em fungos, vírus, bactérias, etc. O DNA recombinante, por exemplo, já constitui opção militar para alguns Estados. Além disso, a biotecnologia pode alterar a necessidade atual por solos agricultáveis, causando grande transformação no mercado mundial de commodities agrícolas.

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 18) “Apenas quando você tiver cortado a última árvore, pescado o último peixe e poluído o último rio, vai descobrir que não pode comer dinheiro.” (Fala de um ancião americano citada em Vandana Shiva, Ecodesenvolvimento , 1989.) Esse texto permite-nos refletir sobre a necessidade de revisão do atual modelo de desenvolvimento econômico, mesmo considerando as soluções técnicas que já foram encontradas na tentativa de superar os problemas advindos do esgotamento dos recursos naturais. Com base nessas considerações, responda: 
a) Por que o desenvolvimento econômico capitalista está em contradição com a concepção de preservação dos recursos naturais? 
b) Qual é a diferença entre conservação e preservação dos ecossistemas naturais?

Resolução
a) O atual modelo de desenvolvimento econômico, centrado na produção, no lucro e na competitividade entre as empresas, conduz a uma utilização indiscriminada dos recursos naturais e à produção de um crescente volume de resíduos inorgânicos. O consumismo, o desperdício e demanda por energia, característico das sociedades modernas (embora de maneira desigual entre os países, e internamente em cada território nacional) , completam o quadro de antagonismo entre desenvolvimento capitalista e preservação de recursos naturais. 
b) Conservação: É o uso racional de recursos naturais, realizado de maneira não predatória, de maneira a conservar o ecossistema sadio para futuras gerações. Preservação: É a manutenção dos ecossistemas tais como estão, sem extração de recursos.

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 19) Considere os dados apresentados nos gráficos a seguir. O gráfico I apresenta a evolução mundial do número de computadores conectados à Internet no período de 1981 a 2000. O gráfico II apresenta a estimativa, para o mês de janeiro de 2000, do número per capita de computadores conectados à Internet, relativo a oito países.
a) Aponte os fatores responsáveis pelo comportamento da curva apresentada no Gráfico I. 
b) Relacione o crescimento de computadores conectados à Internet no mundo com as informações contidas no Gráfico II. 
c) Analise os casos do Brasil e dos EUA em relação aos demais países apresentados no Gráfico II.

Resolução
a) O Gráfico I mostra que, nos últimos 20 anos, o número de computadores conectados à Internet em todo o mundo tem crescido em progressão geométrica principalmente após 1990 quando ocorrem o barateamento dos componentes digitais dos microcomputadores e a popularização da informática relacionada aos avanços no uso da telefonia, além das novas exigências colocadas pelo processo de globalização, que cria novas necessidades ligadas ao uso da informação.
b) Este acelerado crescimento é extremamente mal distribuído entre os países, pois concentrou-se nos países desenvolvidos do hemisfério Norte. Os países do terceiro mundo apresentam uma taxa per capita irrisória de computadores ligados à Internet, se comparados aos países do 1º mundo. Alguns países do primeiro mundo tem maior índice de acesso per capita à rede mundial de computadores, como é o caso de Inglaterra, Japão e Alemanha.
c) Os EUA, devido à sua população elevada e às disparidades econômicas regionais, situam-se em uma posição intermediária com relação aos valores per capita . Os números mostram também que, quando comparado a outros países do chamado Terceiro Mundo e mesmo do Primeiro, o Brasil possui uma posição destacada em relação à taxa per capita de microcomputadores ligados à Internet. Essa posição singular do Brasil também se relaciona ao tamanho de sua população e à concentração de renda, o que permite que uma classe média se destaque, desfrutando dos avanços das telecomunicações e da informática.

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 20) O jornal O Estado de S. Paulo , em matéria de 01/09/2000, noticiou que o Plano Colômbia – plano de combate ao narcotráfico – terá suas ações intensificadas a partir de janeiro. Segundo declarações de um governante sul-americano, essa ação militar com a ajuda financeira do governo dos Estados Unidos pode provocar a vietnamização da região setentrional da América do Sul. Com relação ao exposto: 
a) Cite argumentos históricos, políticos e geográficos que justifiquem a utilização do termo “vietnamização” para a Colômbia. 
b) Quais as ações estratégicas que o governo brasileiro anunciou para evitar o transbordamento do conflito para o seu território?

Resolução
a) A Guerra do Vietnã ocorreu num contexto de bipolarização do mundo, opondo países capitalistas e países socialistas, nos anos 60, a partir da intervenção dos EUA. A longa duração do conflito ocorreu em função das fortes razões ideológicas que sustentaram as estratégias de guerrilha num ambiente natural marcado pelo floresta tropical, provocando grandes desgastes nas forças norte-americanas, que acabaram retirando-se em meio a enormes pressões da população dos Estados Unidos. A Colômbia situa-se em latitudes próximas às do Vietnam e apresenta cobertura vegetal e regime pluviométrico semelhante. A guerrilha de esquerda, controlando parte do território, é outro fator que conduz à comparação dessas situações.
b) Como o Brasil faz fronteira com a Colômbia e o governo teme que o território brasileiro sirva de refúgio a guerrilheiros e traficantes, as tropas do exército brasileiro já estão sendo deslocadas para a área e há uma retomada do projeto SIVAM (desdobramento do Calha Norte) visando a uma maior presença brasileira na área.as para a área e há uma retomada do projeto SIVAM (desdobramento do Calha Norte) visando a uma maior presença brasileira na área.

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 21) “Quando se tornou independente da Inglaterra, em 1960, a Nigéria formou uma federação de três grandes estados. Mas os governos que se sucederam dividiram o país (hoje são 36 estados) ao tentar consolidar o poder central. Hoje, discute-se o retorno ao regime federativo.” ( Time , 24/02/2000.) 
a) Quais são as características de um regime federativo? 
b) Analise as possibilidades de funcionamento desse regime político em um país com tanta rivalidade étnica como é o caso da Nigéria.

Resolução
a) O regime federativo consiste na pluralidade de centros de poder distribuídos pelo território. O governo federal tem jurisdição sobre todo o território nacional nas atividades política, econômica, militar e diplomática e representa o país no âmbito internacional. Cada unidade da federação, por sua vez, possui autonomia (fiscal, administrativa, tributária, orçamentaria etc.), sujeita à soberania federal. 
b) O regime federalista em um país, como a Nigéria, de grande rivalidade étnica pode fomentar o separatismo, levando a conflitos violentos. Por outro lado, visando a manutenção da integridade do país também pode ser a solução territorial para os conflitos existentes, considerando a autonomia que cada unidade de uma federação possui.


(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 22) Para enfrentar o chamado “protecionismo internacional”, o governo brasileiro vem defendendo a idéia de uma maior aproximação entre os países do Mercosul e os do Pacto Andino. 
a) Como se pode entender que, num mundo dito globalizado, esse “protecionismo” permaneça? 
b) Quais são os principais produtos de exportação brasileiros afetados por esse “protecionismo”? 
c) Quais os motivos para a restrição à entrada desses produtos no mercado exterior?

Resolução
a e c ) Tal como ocorreu com o liberalismo do século XIX, a prática do neoliberalismo (ao contrário de sua ideologia) não se dá sem um certo tipo de protecionismo. Esta contradição do mundo globalizado se traduz em políticas alfandegárias e de controle de qualidade, de condições de trabalho, proteção ambiental, inspeção sanitária etc. dos países do norte sobre os do sul, ou seja dos países mais poderosos sobre os demais. Isto ocorre para impedir a concorrência e proteger a indústria/interesses nacionais daqueles países, atendendo a fortes pressões corporativistas internss.
b) Produtos agrícolas e industrializados como laranja, carnes, sapatos, aviões.

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 23) “Recentemente o shopping center Rio-Sul – o primeiro a ser construído na cidade do Rio de Janeiro – foi invadido por um grupo de 130 pessoas formado por sem-teto, favelados, estudantes e punks. Os manifestantes, com esta invasão pacífica, inauguraram uma forma nova de protesto.” (Adaptado de Folha de S. Paulo, 05/08/2000.) 
a) Relacione essa manifestação ao exercício da cidadania e às formas de organização espacial das cidades contemporâneas. 
b) Além do shopping center, cite outro exemplo de segregação sócioespacial no meio urbano. Justifique sua resposta.

Resolução
a) Na organização espacial das cidades contemporâneas tende –se a segregar os mais pobres. Ou seja, a segregação espacial acompanha a segregação social. Pode ser realizada de forma direta ou indireta, erguendo-se barreiras visíveis ou não, delimitando-se territórios, impedindo-se o acesso aos grupos socialmente excluídos. Selecionam-se espaços privilegiados para a localização das habitações e das atividades consideradas mais sofisticadas. Os Shopping-centers – templos do consumo – são locais emblemáticos relacionados aos apelos da sociedade de consumo. Localizam-se nas áreas mais valorizadas para atender a uma demanda das classes mais abastadas. Na implantação desses enclaves, um dos mais elementares direitos dos cidadãos é desrespeitado – o de ir e vir sem constrangimentos – principalmente por serem espaços públicos. Por ali circulam pessoas de alto e médio poder aquisitivo, e a aparência exigida pela sociedade de consumo, que funciona como passaporte para o livre-acesso. Assim, os direitos constitucionais do cidadão são substituídos pela capacidade do poder aquisitivo para o consumo. Este fato fica evidente quando cruzamos a distribuição dos grupos sociais e o zoneamento da infra-estrutura urbana nos territórios da cidade. A invasão ocorrida significa um protesto à organização espacial segregacionista. Reafirma os anseios dos mais pobres por cidadania – ideologicamente confundida com consumismo. O protesto é contra o uso privilegiado do espaço público, uma vez que nos bairros de origem dos pobres há todo tipo de carência de infraestrutura, sendo-lhes negado o acesso às condições mínimas de vida urbana que fundamentam o exercício da cidadania. 
b) - A organização de moradias em condomínios fechados: bairros residenciais de classes mais abastadas que proliferam pelas grandes cidades brasileiras e são verdadeiras fortificações contra o mundo exterior (considerado inseguro). Representa a auto-segregação de grupos privilegiados economicamente, sob a alegação de segurança e qualidade de vida. - As áreas privadas de lazer: com o abandono do espaço público pelo Estado e pelos grupos mais privilegiados, áreas de lazer privadas passaram a representar a opção de restritos grupos sociais com alto poder aquisitivo (privatização de praias, ilhas, margens de represas, e mesmo praças públicas cercadas, com acesso controlado).

(UNICAMP 2001 - Geografia - Questão 24) Observe o gráfico apresentado a seguir e responda:
a) Quando a população brasileira passa a ser predominantemente urbana? 
b) Quais são os principais fatores socioeconômicos responsáveis por essa transformação?

Resolução
a) A partir da segunda metade / final da década de 1950 / da década de 60. 
b) Fatores: - crescimento do mercado de trabalho nas cidade: industrialização, crescimento do setor terciário - Modernização da atividade agrícola (mecanização, liberando mão-de-obra) - concentração fundiária - melhoria das condições de vida.